A PANDEMIA SILENCIOSA DO DESEQUILIBRIO DA SAÚDE MENTAL

Listamos alguns aspectos que a pandemia vêm causando na saúde mental das pessoas.

Em janeiro de 2020, já havia uma preocupação com a Saúde Mental, em função de pesquisas que indicavam uma tendência de um aumento percentual no afastamento dos postos de trabalho, decorrentes de sintomas e crises de ansiedade, estresse e depressão, gerados pelas fortes pressões econômicas e sociais. Mal tínhamos fechado uma campanha, para o cuidado com a saúde mental em janeiro de 2020, fomos surpreendidos por um novo risco a saúde e a vida com a notificação da OMS de uma Pandemia do Corona vírus.  

A pandemia da Covid 19 promoveu o isolamento e o afastamento social como forma de garantir a vida, todavia, a mesma estratégia que tem como objetivo salvaguardar a saúde física, é a mesma que perturba nossa essência relacional que faz parte da natureza humana e agora começamos a perceber os efeitos e o fardo decorrente deste processo.

O que precisamos saber e ficar em alerta é que já estamos há mais de um ano pressionados por um stress gerado pela necessidade de lutar contra um inimigo invisível, num processo constante de alerta e fuga, que se mantido por um tempo muito prolongado, altera nossa fisiologia, desorganiza os hormônios, debilita o físico e o mental e por consequência acaba promovendo crises de ansiedade, irritabilidade, apatia, congelamento das ações e emoções, casos de pânico, depressão e suicídios.

Vale ressaltar que nenhum ser vivo, aguenta viver uma pressão constante por muito tempo, sem apresentar danos. Se compararmos o nosso sistema natural de ataque e fuga frente a situações de medo e pressão, podemos verificar facilmente estes comportamentos expressos hoje, naqueles que se refugiam ou desistem, e naqueles que se expõem demasiadamente como se estivesse em luta e desafiando o inimigo.

Por isso, é preciso ficar atento aos sintomas que possam indicar que estamos perdendo nossa energia, controle emocional e motivação nas atividades profissionais e pessoais e criar estratégias para não adoecer.

Seguem alguns passos importantes para serem considerados e praticados.

1.Procure manter o seu ambiente físico saudável, garanta uma organização mínima para permitir que você e outros possam se sentir seguros, aconchegados e confortáveis em casa.

2.Fique atento aos comportamentos dos seus entes queridos e vizinhos, ao perceber que mudanças bruscas de hábitos estão ocorrendo, procure identificar possíveis causas, busque conversar e ofereça apoio e acolhimento.

3.Evite ficar ligado aos noticiários, documentários e filmes que aumentem a tensão, você já está com uma pressão decorrente da pandemia, que querendo ou não deixam seus mecanismos de defesa ativado e em alerta constante. Logo, procure apenas ter informações básicas para garantir seu equilíbrio e saúde.

3.Evite excesso de informações e reduza o número de horas nos aplicativos, lives, cursos, priorize os temas de acordo com suas necessidades profissionais e pessoais.

4. Escolha atividades para descontrair, faça exercícios físicos leves, estabeleça um horário para uma breve exposição ao sol, pratique exercício de respiração e meditação para relaxar e desfrutar da oportunidade de estar presente no aqui e agora e com isso evitar excesso de futuro, que gera ansiedade.

5. Procure ter prazer na alimentação e evite exageros.

6. Mantenha contato com familiares e amigos para trocar afetos nas conversações, e se sentir que precisa de apoio, não hesite em pedir e buscar auxílio em trabalhos de grupo ou terapêuticos.  

Frente as questões apresentadas, mais do que coragem e fé, precisamos relembrar que ao longo da vida sempre vamos construindo estratégias e descobrindo recursos para nos mantermos motivados, ter alegria, força e disposição para cuidar da nossa saúde física e mental e com isso alcançar êxito nos objetivos de vida.

Dra Dulce

Dulce Gabiate – Psicóloga, Consultora organizacional com foco na área de desenvolvimento humano. Treinadora de treinadores em TOP- Tecnologia de Participação ICA Phoenix – Arizona USA, Trainer em Programação Neurolinguística pelo INAP e Coach Executivo, Carreira e Vida pelo ICI e InCoaching, Autora do livro Mudanças – Aprendendo a criar novos comportamentos – publicado pela Agbook.

Psicóloga clínica, realiza atendimentos online Contato e-mail: gabiate@gmail.com

Compartilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Mais Acessadas

Fique sabendo

Saiba tudo sobre a ABRAPAC antes de todo mundo.

Receba as notificações de eventos, parcerias e tudo o mais que a ABRAPAC está realizando.

ABRAPAC

Conteúdo Relacionado